A Casa da Joana

"Não podemos mudar o mundo, mas podemos ajudar na transformação do mundo de alguém" 

Um estilo de vida ético e consciente é aquele que procuro desenvolver ao longo do meu caminho, na imagem, nos hábitos de consumo, na forma como agimos no mundo, nas relações ou em relação àquilo que nos acontece. Estou a caminho daquilo que acredito ser possível, e este faz-se caminhando. Os resultados e exemplos vêm com ações, não com meras palavras.

 

Atualmente tenho muito claro na minha vida a minha missão, ao contrário dos muitos anos em que me senti perdida e "fora da caixa". Engraçado, como esta expressão era anteriormente utilizada num sentido mais pejurativo, para aqueles que não se enquadravam no seu contexto, não se integravam. Atualmente é uma expressão comummente utilizada para descrever alguém inovador e com um pensamento divergente do comum. Não me sinto desta forma. Sinto, sim, que quero ser mais do que aquilo que vejo. Procuro sempre superar-me, ser melhor, em relação a mim mesma.

 

Passamos muito tempo a tentar ser o que os outros esperam de nós - a família, os amigos, a sociedade em geral - porque nos é culturalmente e educacionalmente imposto. Aprendemos (no geral) a competir uns com os outros, a ser melhor do que o outro, a ter mais do que (sempre mais do que o outro), a julgar e criticar, a olhar para aquele que ajuda como o que tem uma segunda intenção. Acredito que a maioria das pessoas passe uma vida inteira assim e que projete no outro aquilo que é interiormente sem sequer se aperceber disso.

Ter consciência disso abre-nos uma porta para compreender o quão desgastante e limitador é seguir este caminho de olhar para o outro com esta visão, Ter consciência disso é um passo para conhecer o mundo de infinitas possibilidades, onde cabem todos, e cada um contribui com as suas potencialidades para um mundo melhor. Ter consciência disso exige esforço, trabalho, compromisso consigo próprio, e traz responsabilidade, auto-responsabilidade. 

Quem já percebeu isto, talvez se sinta no caminho certo.

Esta página serve de partilha de momentos, ações solidárias, histórias, projetos positivos que contribuem para um mundo melhor, e me fazem sentir que estamos no caminho certo. 

Casa Fiz do Mundo

Em 2021 a 4Hands propõe-se a ir mais além, ajudando instituições que fazem chegar a quem mais necessita cuidados básicos habitualmente garantidos para nós. Como? Na compra de qualquer serviço individual da 4Hands (individual é todo o trabalho que procuras realizar comigo individualmente, excluindo workshops e formações em grupos), estarás a ajudar uma instituição escolhida de total confiança.

A Associação escolhida em 2021 é a Casa Fiz do Mundo - São Tomé, um grupo de ação missionária que trabalha em total colaboração com as Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição da cidade de Neves, em São Tomé e Príncipe.
O seu trabalho abrange a assistência médica direta às zonas mais necessitadas, formação de educadores de infância e líderes, apoio na carpintaria com ferramentas, formações nas mais diversas áreas como primeiros socorros, higiene pessoal e ambiental, informática e muitas mais, dependendo dos voluntários que seguem para o terreno. A consciência da carência de formação e de alguns bens que aquele povo sente implica ainda apoio no envio de bens essenciais (alimentação, produtos farmacêuticos e de higiene pessoal, material escolar, material para a costura, etc).

Podes acompanhar aqui todas as campanhas solidárias realizadas, desde o apadrinhamento, às mais recentes, como a produção de pensos menstruais para as meninas de São Tomé através de material têxtil doado, e a recolha solidária de verbas para a compra de lápis, sabão, arroz, massas, feijão seco, bolachas e kits de Saúde. 

Casa fiz do mundo newsletter março.jpg