Looks que criam história!


Mais uma vez assistiu-se a uma cerimónia cheia de significado através da imagem como ferramenta de comunicação.


No dia 20 de Janeiro, Kamala Harris e outras mulheres do cenário político homenageiam aquelas que as antecederam na política, não só no seu discurso, mas também na escolha propositada do seu vestuário que não passa despercebido.


A Primeira Mulher Vice-Presidente dos EUA e Michelle Obama escolheram criações de designers negros para a cerimónia e a cor foi uma das mensagens mais fortes transmitida na tomada de posso da nova administração dos EUA. O uso propositado dos diversos tons de roxo estiveram presentes nos looks de Kamala Harris, Michelle Obama, Hillary Clinton e Jill Biden.

Esta cor remete-nos para o movimento sufragista, juntamente com o verde e o branco, como um dos símbolos de luta pelo direito ao voto feminino nos sec. XIX e XX. Foi usada por Shirley Chisholm, a 1ª mulher negra eleita para o Congresso Americano e candidata à presidência dos EUA em 1972.


O roxo é ainda uma cor associada à nobreza de espírito, representando também a liberdade e dignidade, sendo usada em broches, fitas e faixas como forma de identificação das ativistas sugragistas entre si. Por resultar da junção do vermelho e azul, representa os partidos republicano e democrata, transmitindo uma mensagem de união e bipartidarismo.

O azul utilizado pela Primeira Dama transmite a mensagem de calma, confiança e tranquilidade que a nova administração america pretende ser e transmitir.


Outras figuras presentes na cerimónia vestem looks com elementos simbólicos. Katy Perry usa as cores da bandeira americana como forma de representação dos EUA e Lady Gaga, na sua excentricidade e criatividade usa uma peça statement - a pomba -, símbolo de liberdade.


Para além das cores, as linhas retas dos sobretudos (em qualquer detalhe - bolsos, lapelas ou corte) trazem uma mensagem de força, credibilidade, seriedade e responsabilidade, sem perder o lado feminino refletido nos brincos, colares, lenços e na cintura levemente definida destas figuras que fazem parte da história política americana.










Eu sou a Joana Ribeiro

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O teu guarda-roupa é uma segunda casa

Trabalhando com Imagem, identidade, autoconhecimento e valorização, reflito muito sobre questões internas, ligando-as à imagem, que, afinal, de contas está sempre interligada com quem somos. E a minha